Escolha uma Página

O aplicativo utiliza elementos como formato da boca e manchas nos olhos para identificar animais.

A China anunciou ter desenvolvido um aplicativo capaz de realizar o reconhecimento facial de pandas gigantes. De acordo com os especialistas, a ideia é utilizar a tecnologia para monitorar a vida dos animais e ajudar na preservação da espécie.

Chen Peng, pesquisador do Centro de Pesquisa e Conservação da China para Pandas Gigantes, disse à agência chinesa Xinhua News:

“O aplicativo e o banco de dados nos ajudarão a coletar informações mais precisas e completas sobre a população, distribuição, idade, proporção de gênero, nascimento e pandas selvagens, que vivem em montanhas profundas e são difíceis de rastrear. ”

Através do censo de 2014 conduzido pelo governo chinês, existem menos de 2 mil pandas gigantes na natureza vivendo em três províncias no oeste da China. Como outros sistemas de reconhecimento facial, o aplicativo foi construído usando um enorme banco de dados de fotos de pandas. Cerca de 120 mil fotos e 10 mil vídeos foram usados ​​para configurar o algoritmo, que analisa vários elementos-chave, sendo eles: a forma da boca, o tamanho das orelhas e as marcas ao redor dos olhos, para identificar os indivíduos.

(Foto: Xinhua News)

Essa não é a primeira vez que o reconhecimento facial será utilizado para identificar animais. Ferramentas semelhantes estão sendo utilizadas nos esforços de conservação para ursos e lêmures, e a tecnologia também está sendo introduzida em fazendas, para monitorar a atividade das criações de animais. 

FONTE: GALILEU