Escolha uma Página

Na última semana, um caso emblemático pôs à prova o trabalho dos peritos do Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep/RN), assim como a eficácia da tecnologia de biometria empregada pelo órgão. De forma rápida e segura, o sistema fez a confirmação da presença de um suspeito na cena do crime. No final, ambos foram aprovados.

O caso foi solucionado quando as impressões digitais de um homem, encontradas na carroceria de um automóvel, permitiram a identificação do suspeito acusado de assaltos no bairro de Candelária e também de tentar assaltar um policial militar. Durante uma troca de tiros, um suspeito morreu baleado e outros dois conseguiram fugir.

Graças ao trabalho de escaneamento das impressões digitais contidas nos prontuários do RG Civil, o Estado possui um dos mais amplos e atualizados bancos de dados do país, com as informações disponíveis com exclusividade para a Secretaria de Segurança Pública.

“A segunda escalada para o bom resultado foi a incorporação do sistema Public Safety, que faz a comparação das digitais. Estamos em início de processo, fazendo ainda alguns ajustes, mas o sistema está se aperfeiçoando”, comentou Marcos José Brandão Guimarães, diretor geral do Itep/RN.

“Este caso foi bem emblemático, porque foi encontrada uma impressão digital no carro e jogada no banco de dados, que automaticamente apontou um suspeito. Antes desse sistema, a gente precisava ter uma indicação de um suspeito, para coletar as digitais e depois fazer a comparação. Isso é fantástico até para a investigação policial, porque demanda muito menos trabalho para achar um suspeito”, explica o diretor do Itep/RN.

“Ficamos muito felizes pelos resultados que o ITEP/RN vem alcançando, com o auxílio do iDS Public Safety. Desde 2017, o Estado utiliza as funcionalidades do sistema, que permitirá ainda grandes saltos na melhoria da segurança pública, pois existe um grande leque de possibilidades que a ferramenta disponibiliza”, comenta Pedro Alves, diretor de Tecnologia da Vsoft, desenvolvedora do software.

FONTE: Portal N10